a member of groupelephant.com
beyond corporate purpose
Tecnologia

A crise da COVID-19 e a corrida das empresas analógicas pela digitalização

Muitas empresas descobriram da pior forma: suas estratégias digitais não deveriam ter sido adiadas

27 de março de 2020

por Carlos Diego Cavalcanti (CTO na Valcann)

O estatístico Nassim Nicholas Taleb, autor do livro A lógica do Cisne Negro, apresenta que, ao contrário do que defendem a maioria dos economistas, estamos constantemente à mercê do inesperado. Por mais que possamos razoavelmente calcular probabilidades de eventos e, em muitos casos, até prevê-los, os acontecimentos imprevisíveis — cujo o autor dá o nome de Cisne Negro — não deveriam ser ignorados.

Taleb descreve um Cisne Negro como um evento com três características altamente improváveis: são imprevisíveis, causadores de resultados impactantes e, após a ocorrência destes, estabelecemos meios de torná-los menos aleatórios e mais explicáveis. Dentro deste contexto, a COVID-19 pode ser considerada um Cisne Negro — talvez não pelo seu surgimento, mas pelas consequências catastróficas da sua materialização.

Para Taleb, os cisnes negros são a base de quase tudo o que acontece no mundo. E porque então não somos capazes de identificar esses eventos antes que eles ocorram? Em seu livro, Taleb pontua que isso se dá pelo fato de que, em geral, os seres humanos se limitam a focar em conteúdos específicos, em vez de buscar conhecimento em diversas áreas.

Busca-se com mais frequência aprender sobre o conhecido, do que estabelecer os arcabouços gerais do desconhecido. Esta característica, nos leva a não enxergar as oportunidades e, principalmente, nos tornamos vulneráveis à simplificação, categorização e a desconsiderar o impossível.

Com a pandemia da COVID-19, praticamente todos os países do mundo declararam estado de calamidade, promovendo o isolamento social como principal arma para combater a propagação do vírus. Em pouco mais de um mês, a sociedade moderna foi interrompida abruptamente. Esta situação sem precedentes, vem fazendo muitas outras vítimas, além das acometidas pelo vírus: empresas inteiras parando e, em poucos dias, se vendo na situação de total vulnerabilidade.

As empresas que mais sofrem com a situação atual, são aquelas cuja fundação e modelos de negócios são baseados em interações analógicas. Atividades como o turismo, hospitalidade, transporte aéreo, automotivo, entre outras, dependem fundamentalmente de um contexto analógico para existirem. São justamente essas que mais sofrerão no curto prazo e levarão mais tempo para se recuperar, conforme o estudo da Bain & Company (Imagem 1).

Imagem 1 — Estudo da Bain & Company sobre os perfis de demanda das diferentes indústrias durante a pandemia da COVID-19.

O estudo revela, porém, que todos os segmentos que terão um aumento considerável de demanda no curto prazo, e mesmo após a crise continuarão crescendo, são aqueles os quais as bases são digitais (tais como e-learning, entretenimento online, e-commerce, entre outros).

Quando analisamos, porém, os diversos segmentos do mercado, muito deles possuem forte potencial de transformação e conversão dos seus modelos de negócios analógicos em modelos digitais. Essa, inclusive, era uma das principais hypes do mercado global pré-crise: a dita Transformação Digital. Todos defendiam, muitos vendiam, pouquíssimos de fato implementaram. Neste conexto, com a materialização desta crise sem precedentes, as empresas agora promovem uma verdadeira corrida pela sobrevivência, através de meios digitais.

Muitos negócios ligados ao varejo, serviços e outras indústrias, agora correm para implementar suas lojas virtuais, novos canais de atendimento e vendas, aplicativos de retenção e relacionamento com clientes, entre tantas outras iniciativas. Para isso, um dos principais componentes é a Computação em nuvem. Trata-se de uma peça fundamental neste quebra cabeças que é o processo de transformação digital. São características fundamentais da Computação em Nuvem: autoatendimento sob demanda; amplo acesso à rede, pool de recursos, elasticidade rápida e serviço mensurável.

No contexto da crise atual, certamente uma das principais características da nuvem que beneficiaria estes negócios é a elasticidade rápida. Em um momento onde as empresas estão buscando ao máximo reduzir seus custos, dada a óbvia redução da demanda, a nuvem permite que haja esta flexibilização quanto a alocação de recursos. Se a demanda cai, os recursos são desprovisionados. Se a demanda sobe, mais recursos são alocados. Essa flexibilidade e agilidade é fundamental para a sobrevivência em tempos como os atuais.

Outro aspecto fundamental no processo de transformação digital, refere-se a capacidade de rapidamente experimentar e, principalmente, lançar novos produtos e serviços. Para isso, a nuvem é de igual forma um forte habilitador. Ao responder à crescente demanda por serviços digitais, as organizações precisam enfrentar desafios orçamentários e operacionais à medida que procuram aprimorar sua tecnologia. É justamente aqui que entra a nuvem. Com ela, pode-se acelerar o caminho da ideia à execução, ajudando as empresas a irem além da tecnologia como suporte, para de fato entregar valor aos seus clientes.

A Amazon Web Services, líder global em soluções de Computação em Nuvem, tem se posicionado como uma referência em transformação digital e inovação. A empresa disponibiliza um guia de práticas para implementação da transformação digital nas organizações.

É fato que o momento atual será um divisor de águas no que diz respeito aos modelos de negócio, sendo a adoção de tecnologia parte fundamental deste processo. A situação atual mostra que, muito mais do que uma ferramenta ou uma área de suporte, a tecnologia e os meios digitais são essenciais para garantir a competitividade e a sobrevivência dos negócios.

A Valcann (www.valcann.com.br), parceira de consultoria da Amazon Web Services, tem apoiado as empresas na trajetória para a Nuvem e em como responder adequadamente em momentos como o atual sob a perspectiva de tecnologia. Saiba mais como podemos apoiar a sua empresa, com o Valcann Cloud Migration, solução para Planejamento, execução e otimização de estratégias de migração para a Nuvem, desde a construção da jornada de adoção de Nuvem, plano de execução e migração.

Referências:

Tracking the Global Impact of the Coronavirus Outbreak — https://www.bain.com/insights/tracking-the-global-impact-of-the-coronavirus-outbreak-snap-chart/

The Black Swan: The Impact of the Highly Improbable — https://en.wikipedia.org/wiki/The_Black_Swan:_The_Impact_of_the_Highly_Improbable

AWS Digital Transformation: A guide to transform your organization with the Cloud — https://aws.amazon.com/government-education/digital-transformation/

Entre em contato e
peça um orçamento agora mesmo.

Solicite um orçamento