a member of groupelephant.com
beyond corporate purpose
Tecnologia

Como adequar os serviços em nuvem à LGPD?

O caminho que as empresas estão percorrendo para se adaptar a transformação digital e a necessidade dos negócios se ajustarem para ficar em conformidade com as exigências da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) estão levando, cada vez mais, instituições a buscarem soluções de segurança de dados e redes na nuvem. Uma questão frequentemente levantada pelo empresários é:...

17 de outubro de 2020

O caminho que as empresas estão percorrendo para se adaptar a transformação digital e a necessidade dos negócios se ajustarem para ficar em conformidade com as exigências da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) estão levando, cada vez mais, instituições a buscarem soluções de segurança de dados e redes na nuvem.

Uma questão frequentemente levantada pelo empresários é: como adequar os serviços em Nuvem à LGPD? Contudo, antes de mais nada, é preciso entender como a empresa está enquadrada, e de que forma está tratando os dados na nuvem. Em meio à pandemia do Covid-19, muitas organizações e usuários migraram suas informações para a nuvem, facilitando a troca de dados e o trabalho home office.

“Anova lei chega para criar um cenário de segurança jurídica, padronizando as normas e práticas na proteção dos dados do cidadão”

Segundo Renato Andrade, COO da Valcann, a partir de agora, as empresas brasileiras irão precisar rever suas políticas de segurança e as regras seguidas pelos fornecedores do serviço de cloud computing, a fim de evitar riscos de penalidades. “A nova lei chega para criar um cenário de segurança jurídica, padronizando as normas e práticas na proteção dos dados do cidadão”, afirma. Uma informação relevante é que o provedor de serviços em nuvem não pode fazer nada com os dados do cidadão, a menos que seja instruído a fazê-lo.

Algumas regras são importantes no armazenamento de dados na nuvem, que devem contar com códigos de segurança, o consentimento do usuário, e a implementação de sistemas de criptografia. “Essas normas evitam que as informações pessoais e confidenciais sejam violadas, vazadas e expostas, além de gerenciar o risco, que permite uma resposta rápida em caso de algum problema. Com a LGPD há maior proteção, inclusive, contra ciberataques, daí a necessidade do controle de acesso e a notificação de incidentes”, finaliza Renato.

Sobre a LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) é a lei nº 13.709, que foi sancionada pelo ex-presidente Michel Temer, em agosto de 2018, cuja vigência se deu a partir de 18 de setembro de 2020. A LGPD foi inspirada na General Data Protection Regulation (GDPR), da União Europeia. Ela apresenta normas a respeito de dados pessoais, dados pessoais sensíveis, controle, processamento, consentimento, anonimização, etc.

A Valcann (www.valcann.com.br), parceira de consultoria da Amazon Web Services, tem apoiado as empresas na trajetória para a Nuvem e em como responder adequadamente em momentos como o atual sob a perspectiva de tecnologia. Saiba mais como podemos apoiar a sua empresa, com o Valcann Cloud Migration, solução para Planejamento, execução e otimização de estratégias de migração para a Nuvem, desde a construção da jornada de adoção de Nuvem, plano de execução e migração.

Entre em contato e
peça um orçamento agora mesmo.

Solicite um orçamento